Por que o trânsito mexe tanto com você

A secretária Giselle Beralde sempre seguiu rigidamente todas as leis de trânsito. Ela tirou a carteira de habilitação há três anos e nunca foi multada. É uma adepta da direção defensiva. Mas, um dia, um pequeno incidente desmoronou por completo suas convicções. “Eu estava aguardando o semáforo abrir quando uma louca veio para a direita, costurando. O sinal abriu e ela nem brecou, me deu uma fechada. Buzinei e, só de pirraça, ela diminuiu a velocidade, ficou bem devagar, impedindo que eu passasse”, conta Giselle, que se exalta só de relembrar a cena.

A partir desse momento e pelos 20 minutos seguintes, Giselle iniciou uma perseguição irracional ao outro carro, chorando, batendo as mãos no volante e buzinando sem parar. “Fiquei completamente fora de mim. Tudo o que eu pensava era em matar a mulher. Juro. Nunca tive uma reação tão forte como essa. Foi um verdadeiro ataque de fúria”, admite.

É bem possível que Giselle sofra de TEI, ou transtorno explosivo intermitente. Trata-se de um distúrbio que se manifesta com muita clareza em motoristas sob forte tensão no trânsito. “A pessoa tem um impulso furioso imprevisto e normalmente se arrepende do que fez”, conta a psicóloga Vânia Calazans. “A tensão do trânsito é um motivador para essas crises.”

QUE NERVOSO!
Ser contrariado ou vítima de falta de educação no trânsito pode desencadear reações distintas. Algumas delas são os passos mais curtos para um ataque de nervos. Veja se, quando você é desrespeitado ao dirigir, o seu comportamento é parecido com os que se seguem. Se a resposta for positiva, é melhor você mudar seus conceitos.

1. Não dá passagem por vingança.
2. Cola na traseira do outro carro.
3. Usa o farol alto para atrapalhar o carro da frente.
4. Xinga o motorista.
5. Diminui a velocidade para irritá-lo.
6. Faz gestos obscenos.
7. Freia bruscamente para irritá-lo.
8. Finge que dá passagem, mas não dá.
9. Acelera com o pé na embreagem para assustá-lo.
10. Atende o celular quando o semáforo fica verde.

Deixe aqui seu comentário

comentários

Parceiros