Emplacamento de motos cai na primeira quinzena de julho no Brasil

O emplacamento de motocicletas apresentou queda de 2,3% na primeira quinzena de julho, segundo informações da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

Para o diretor executivo da entidade, José Eduardo Gonçalves, a redução ainda reflete a dificuldade na liberação de crédito que vem sendo enfrentada pelo setor desde o ano passado, mas também se deve ao feriado prolongado nos primeiros dias do mês em São Paulo, maior centro consumidor do País.

“As vendas mostram uma retração entre as quinzenas iniciais de junho e julho, decorrente da manutenção da alta seletividade na concessão de financiamentos. Todavia, também é preciso considerar os impactos do feriado prolongado de 9 de julho, especificamente no Estado de São Paulo, um mercado significativo, que certamente teve influência nos resultados nacionais”.

De acordo com as informações sobre licenciamentos de motos registrados pelo Renavam, foram emplacadas 64.200 motocicletas na primeira quinzena de julho no País, uma queda de 2,3% na comparação com igual período de 2012, quando este número chegou a 65.742. Sobre o mês passado, o recuo foi de 3,5%.

A média de vendas diárias, que foi de 5.836 unidades, ficou 12% abaixo do resultado registrado no mesmo período de 2012.

Segundo o diretor do conselho consultivo da Abraciclo, Paulo Takeuchi, as empresas estão preparando estratégias agressivas de vendas para tentar retomar o crescimento nos próximos seis meses. “No segundo semestre, as fabricantes pretendem fazer um grande esforço com relação a produto e varejo para tentar reverter a queda, para que no final do ano a gente possa ter pelo menos um equilíbrio. Teremos que crescer muito nos próximos meses para conseguir recuperar”, afirma.

Segundo informações da Abraciclo, a frota atual de motocicletas do Brasil é de 20 milhões de unidades e a produção anual é de 1,7 milhão de unidades.

Deixe aqui seu comentário

comentários

Parceiros