Sindicato dos Rodoviários anuncia paralisação do transporte coletivo nesta segunda-feira (7)

ATUALIZAÇÃO

A desembargadora Rita Albuquerque, do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região, determinou que, caso a greve dos rodoviários venha a ser realizada nesta segunda-feira (7), seja garantida a circulação de pelo menos 70% da frota de ônibus nos horários de pico – das 5h às 9h e das 16h às 20h – e de 30% nos demais horários.

Publicada na noite deste sábado (5), a decisão liminar da magistrada acatou pedido do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), que acionou a Justiça após a aprovação da greve pelo Sindicato das Trabalhadores em Transporte Rodoviários de Manaus (STTRM).

——————————————————-

O Sindicato dos Rodoviários de Manaus anunciou uma paralisação do transporte coletivo na cidade na próxima segunda-feira (7), a partir de meia-noite. Em um ofício veiculado nesta sexta-feira (4), a entidade alega que a greve deve durar por tempo indeterminado.

No documento, o sindicato exige que as empresas liberem o ordenado o dos rodoviários até o quinto dia útil do mês e paguem as horas extras devidas à categoria, explicando que atrasos desses pagamentos têm sido constantes e prejudiciais aos trabalhadores.

A entidade afirma que a decisão pela greve foi tomada por assembleia geral extraordinária, realizada em sua sede na noite desta quinta-feira (3), mas se declara aberta a negociações.

Fernando Borges, assessor jurídico do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), disse que foi pego de surpresa pela notificação da greve nesta sexta-feira (4).

“Não havia reivindicação alguma, não havia atrasos no pagamento, não havia nada de errado. Pode haver uma motivação política por trás desse ato, pois ele surgiu do nada para nós depois do episódio com o Lula”, declarou Fernando, referenciando as buscas nos imóveis do ex-presidente, feitas pela Polícia Federal na manhã desta sexta-feira.

A reportagem tentou contato com Josildo dos Rodoviários, presidente do sindicato que anunciou a greve, através do telefone (92) 991XX-XX10, mas não foi atendida até a publicação desta matéria.

 

Fonte : A Critica

Deixe aqui seu comentário

comentários

Parceiros

bemol
click
pedalamanaus