Crianças esperam ônibus escolar em parada improvisada, em Boa Vista

Moradores do conjunto Monte das Oliveiras, localizado no bairro Aeroporto, zona Norte de Boa Vista, cobram a construção de um abrigo para proteger os estudantes durante a espera por transporte escolar. Eles querem também uma linha de ônibus para atender alunos que vão a pé para outras unidades de ensino.

Cerca de 30 crianças aguardam diariamente o ônibus escolar para levá-las à escola municipal Balduíno Wottrich, localizada no Monte Cristo, zona Rural de Boa Vista. Algumas vão para o local até 40 minutos antes de o veículo passar, mas nem sempre conseguem chegar à unidade de ensino no horário certo.

“A nossa situação é ruim. Às vezes a gente tem prova e chega atrasado na escola”, desabafa o estudante Luiz Kêwllen Souza.

A parada de ônibus improvisada não tem nenhum tipo de cobertura para proteger os estudantes do sol e nem da chuva. Quando o tempo muda, eles se abrigam nos estabelecimentos comerciais que ficam próximos do local, até o ônibus chegar. “Nós ficamos em um ‘mercadinho’ aqui perto”, disse Reinaldo John da Silva, outro estudante.

A construção de um abrigo é uma das cobranças da comunidade. “O nosso maior problema agora realmente é esse. Pedimos que a prefeitura nos veja com bons olhos e coloque um abrigo, porque essas crianças ficam vulneráveis. Quando chove, ficam expostas à lama”, ressalta o presidente da associação de moradores, Antonio Geraldo Medeiros.

Os moradores também reivindicam uma linha de ônibus do transporte coletivo para atender estudantes de outras escolas, que às vezes fazem o percurso a pé. “A pé, de bicicleta, e o perigo na rodovia é demais. A gente precisa que isso seja resolvido”, reclama Medeiros.

Obras
Por meio de nota, a Empresa de Desenvolvimento Urbano e Habitacional (Emhur) informou que garantiu recursos e atualmente trabalha na elaboração de projetos para instalação de 850 abrigos de ônibus em toda a cidade, inclusive no Monte das Oliveiras.

A nota não informou quando essas obras vão começar. A previsão é que sejam iniciadas ainda neste ano, mas não há data definida.

Deixe aqui seu comentário

comentários

Parceiros

bemol
click
pedalamanaus